Sociedade

Acusado de danificar livros de Anne Frank é preso de novo por destruir mais livros

O acusado de vandalizar mais de 20 livros de Anne Frank no mês passado, foi novamente preso por cometer o mesmo crime.

Do Mundo-Nipo

Depois de ser preso no mês passado por danificar mais de 20 livros em bibliotecas públicas, sendo a maioria livros relativos ao famoso diário de Anne Frank, vitima do holocausto −−gerando revolta internacional e desconforto ao governo japonês−−, o mesmo homem foi preso novamente, na sexta-feira (4), acusado de vandalizar mais 20 livros, incluindo “Anne Frank’s Diary” e “Young Girl”, em uma biblioteca pública no distrito de Suginami, em Tóquio.

 

Acusado de danificar livros de Anne Frank é preso de novo por destruir mais livros (Imagem: Reprodução/JNN TV)

O homem, de 35 anos, é desempregado e vive em Kodaira, no oeste de Tóquio (Imagem: Reprodução/JNN TV)

 

Segundo o Departamento de Polícia Metropolitana, o homem de 35 anos, desempregado e que vive em Kodaira, no oeste de Tóquio, é acusado de danificar livros relacionados a Anne Frank em bibliotecas públicas no mesmo distrito. Ele foi preso pela primeira vez em 5 de março deste ano por destruir 23 livros semelhantes em várias bibliotecas em Tóquio. Entretanto, foi solto posteriormente e respondia à acusação em liberdade, de acordo com a Agência Kyodo.

Fontes ligadas à investigação disseram que o homem admitiu as últimas acusações e ainda confessou que é o responsável por todos os incidentes de vandalismo envolvendo tais livros em bibliotecas públicas e livrarias em Tóquio no decorrer de um ano.

(Do mundo-Nipo com informações da Agência Kyodo e TBS News-i)

 

Confira o vídeo da TBS (em japonês):

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.