Sociedade

Bombeiros de Tóquio realizam evento com simulação de terremoto e acrobacias

O evento terminou com helicópteros e barcos de combate a incêndio pulverizando os céus com água tingida com as cinco cores dos anéis olímpicos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O Departamento do Corpo de Bombeiros de Tóquio realizou nesta terça-feira (6) um exercício de simulação para um possível terremoto de grandes proporções. O exercício incluiu ainda demonstrações de acrobacias como parte de um tradicional evento de boas-vindas dos bombeiros ao ano que se inicia.

Evento 2015 de simulação de terremoto em Tóquio (Imagem: Reprodução/NHK)

Caminhões de bombeiros exibiram profissionais do incêndio no topo das escadas magirus de 6 metros de altura (Imagem: Reprodução/NHK)

O evento, que foi transmitido por algumas emissoras japonesas de TV, contou com mais de 2.700 bombeiros e voluntários. As acrobacias foram realizadas por membros de um grupo que trabalha para preservar antigas habilidades de combate a incêndios – um método utilizado no país a partir do século 17 até meados do século 19.

Logo no início do exercício, uma fileira de caminhões de bombeiros exibia profissionais do incêndio no topo das escadas magirus de 6 metros de altura, preparados para iniciar a simulação de um forte terremoto que teria atingindo a região central de Tóquio, derrubando prédios e deixando muitos feridos.

Pela primeira vez, equipes de resgate da Coreia do Sul participaram do evento, juntando-se a “superequipe” de resgate do Corpo de Bombeiros de Tóquio, considerada uma das melhores do mundo para lidar com desastres naturais.

O evento terminou com helicópteros e barcos de combate a incêndio pulverizando os céus com água tingida com as cinco cores dos anéis olímpicos, em antecipação às Olimpíadas de Tóquio em 2020.

O Chefe dos bombeiros de Tóquio, Hidetoshi Oe, lembrou que este ano assinala o 20º aniversário do Grande Terremoto de Hanshin, que atingiu o oeste do Japão. Ele prometeu trabalhar com afinco para melhorar a preparação em casos de desastres através de maior cooperação com grupos regionais.

Fontes: NHK News e Agência Kyodo.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •