Notícias Sociedade

Sobe para 27 o número de mortos no incêndio em clínica no Japão

Flores depositadas em homenagem as vitimas do incendio em clinica de Osaka Foto Chisato Tanaka AP 900x550 1
©Chisato Tanaka/AP

A 27ª vítima do incêndio na clínica psiquiátrica em Osaka, incluindo o incendiário, morreu hoje. Ela estava internada desde 17 de dezembro.

O número de mortes em um suposto ataque incendiário a uma clínica de saúde mental em Osaka, no centro do Japão, em dezembro subiu para 27, anunciou a polícia local nesta segunda-feira, segundo noticiou a Kyodo News.

Uma mulher de 30 anos, que estava inconsciente desde o incêndio ocorrido em 17 de dezembro passado, morreu na segunda-feira, elevando o número total de mortos para 27, incluindo Morio Tanimoto, suspeito de ser o autor do incêndio criminoso.

Do total de 26 vítimas, 24 morreram no dia do incidente, enquanto outra foi confirmada como morta em 21 de dezembro. As vítimas incluíam visitantes regulares da clínica e seu diretor, Kotaro Nishizawa, de 49 anos.

Tanimoto era paciente da clínica desde 2017. Ele morreu em 30 de dezembro, segundo laudo médico, de encefalopatia causada por envenenamento por monóxido de carbono provocado pelo incêndio.

Imagens de câmeras de segurança instaladas na clínica mostram Tanimoto, 61 anos, colocando um saco de papel na frente da área de recepção, após o qual o fogo foi visto subindo rapidamente para o teto, disseram fontes investigativas.

A polícia pretende encaminhar o caso aos promotores ainda este mês. Notas sobre as idas e vindas na clínica foram encontradas no smartphone de Tanimoto desde junho, sugerindo que ele estava planejando o ataque com antecedência.

== Mundo-Nipo (MN)
Da Agência Kyodo