Notícias Sociedade

Fujiko A. Fujio, co-autor de Doraemon, morre aos 88 anos

Fujiko A. Fujio Foto arquivo NDTV 900x550 02
Fujiko A. Fujio | ©NDTV

O gênio Motoo Abiko assinava suas obras como Fujiko A. Fujio. Ele é apontado como um dos mangakas mais geniais e aclamados do Japão.

Atualizado em 09/04/2022

O lendário autor de mangá Motoo Abiko, mais conhecido pelo pseudônimo Fujiko A. Fujio, faleceu nesta quinta-feira (7), aos 88 anos, em sua residência na cidade de Kawasaki, na província de Kanagawa, leste do Japão. Akibo fazia parte da famosa dupla de mangá Fujiko Fujio e foi responsável por mangás infantis icônicos como Doraemon, Ninja Hattori- kun, Kaibutsu-kun e outros. Abiko sempre foi apontado como um dos mangakas (autor de mangá) mais geniais e aclamados do Japão.

De acordo com o site Sora News 24, os serviços de emergência foram acionados a partir  da casa de Abiko em Kawasaki, os quais diziam que “um homem se encontrava desmaiado no local”. Quando a ajuda chegou, Abiko já não respondia e foi confirmado o óbito na própria residência de Abiko. Embora não tenha havido ferimentos significativos em seu corpo, a polícia disse que está investigando a causa da morte.

Dupla Fujiko Fujio

Segundo o site japonês da TV Tropes, Motoo Abiko trabalhou com o amigo de infância Hiroshi Fujimoto (1933-1996). Os dois gênios do quadrinho japonês formaram parceria em 1951, quando se mudaram para Tóquio. Eles passaram a usar o nome Fujiko Fujio em 1954, até a dissolução da dupla em 1987. Desde o início, Abiko e Fujimoto adotaram um estilo colaborativo onde ambos trabalhavam simultaneamente na história e na arte.

Mesmo antes do final da dupla, ambos lançaram trabalhos sob nomes diferentes: Abiko como Fujiko A. Fujio (藤子不二雄Ⓐ), e Fujimoto como Fujiko F. Fujio (藤子・F・不二雄). A empresa Fujiko-Pro continuou seu legado.

A dupla Fujiko Fujio foi responsável pela criação da série de sucesso “Doraemon” e “Obake no Q-taro”.

Fujiko F. Fujio E e Fujiko A. Fujio D com o boneco Doraemon no meio dos dois Foto
Fujiko F. Fujio (E) e Fujiko A. Fujio (D) com o boneco Doraemon no meio deles | ©AsianWiki

Enquanto o amigo Fujimoto deu continuidade às suas criações voltadas às crianças, Abiko passou a criar obras mais complexas, do gênero Thriller, sendo mais voltadas ao público adulto.

Criações mais populares de autoria solo de Abiko

“Ninja Hattori-kun” (mesmo título em inglês e português) foi a primeira série de sucesso criada por Motoo Abiko de forma independente. O mangá foi lançado em 1964 pela editora Shogakukan. Em razão de seu grande sucesso, o mangá foi adaptado para anime, filme e até games.

“Kaibutsu-kun” (“Little Monster”, título em inglês, e “Garoto monstro”, título em português) também é uma obra independente de Abiko, lançada em 1965 pela editora Shonen Gahosha. O mangá também foi adaptado para anime, filme e games.

Por sua vez, “Warau Serusuman” (“The Laughing Salesman”, título em inglês), que agora é exibido na gigante de streaming Netflix (Japão) e na Crunchyroll (Brasil), foi considerado uma de suas obras-primas.

O mangá começou como uma série one-shot serializada na revista Big Comic da Shogakukan em 1968. Posteriormente, se tornou uma série completa publicada pela revista Manga Sunday de Jitsugyo no Nihon Sha, de 1969 a 1971.

“Warau Serusuman” conta a história de um vendedor misterioso que se oferece para “preencher o vazio na alma das pessoas”, o que faz dessa obra a mais sombria de todos os trabalhos de Abiko, destacou hoje o jornal Nikkei Asia.

Em 2008, Fujiko A. Fujio foi laureado com a Ordem do Sol Nascente, Raios Dourados com Roseta, a mais importantes das honrarias concedidas pela Casa Imperial do Japão. 

Fãs lamentam a morte de Abiko

Segundo o Sora News 24, os japoneses ficaram chocados com a notícia da morte de Abiko e compartilharam, nas redes sociais, as memórias do talentoso mangaka.

“Perdemos outro mestre do mangá. Que ele descanse em paz.”

“Ele realmente era um gênio”.

Obrigado por seu trabalho duro”.

“Espero que ele possa se encontrar com Fujimoto-sensei no céu”.

Por Maria Rosa / Mundo-Nipo (MN)