Sociedade

Japonês é reconhecido pelo Guinness como o homem mais velho do mundo

Com a oficialização do Guinnes, o homem e a mulher mais velhos do mundo passam a ser do Japão.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

O japonês Sakari Momoi, de 111 anos, residente da cidade de Saitama, nas imediações de Tóquio, foi reconhecido nesta quarta-feira (20) como o homem mais velho do mundo pelo Livro Guinness dos Recordes (Guinness World Records).

Representantes da organização visitaram Sakari Momoi em um lar de idosos para lhe entregar o certificado. Momoi nasceu no dia 5 de fevereiro de 1903.

Momoi, que é um ex-professor de química, disse à repórteres que não tem segredos para sua longevidade. Os funcionários do asilo onde Momoi reside afirmam que o centenário se alimenta regularmente e leva uma vida pontual.

Com a oficialização do Guinnes, o homem e a mulher mais velhos do mundo passam a ser do Japão, país onde as pessoas vivem mais tempo, com expectativa de vida superior aos 80 anos para ambos os gêneros.

A pessoa mais velha do mundo reconhecido pelo Guinness é Misao Okawa, uma mulher japonesa de 116 anos que vive em Osaka.

== Kyodo

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •