Sociedade

Mais de 1.000 pessoas protestam contra a discriminação racial no Japão

A manifestação que reuniu músicos, advogados e legisladores ocorreu neste domingo (22) no distrito de Shijuku, em Tóquio.

Do Mundo-Nipo

Protesto contra o racismo em Tóquio (Foto: reprodução NHK)

A manifestação reuniu mais de mil pessoas em Tóquio (Foto: reprodução NHK)

Mais de 1.000 japoneses protestaram nas ruas de Tóquio neste domingo  contra a discriminação racial e étnica.

A manifestação que reuniu músicos, advogados e legisladores ocorreu no distrito de Shijuku, em Tóquio, seguindo o exemplo da Marcha em Washingtom há 50 anos, quando Martin Luther King  lutou pela igualdade racial.

Os manifestantes pediram a abolição da discriminação racial e étnica. Eles também instaram o governo japonês a cumprir integralmente a convenção internacional sobre a eliminação de todas as formas de discriminação racial, que o país ratificou, mas com algumas reservas.

O protesto foi uma resposta ao discurso de ódio contra principalmente contra coreanos em Tóquio, Osaka e outros lugares do país.

O professor Ikuo Gonoi da Universidade de Takachiho, que participou do evento, disse esperar que os movimentos cívicos ajudem a eliminar a discriminação.

As informações são da rede NHK.

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários