Sociedade

Imperador e imperatriz do Japão recebem Obama no Palácio Imperial

Uma cerimônia de boas-vindas para o presidente dos EUA foi realizada no Palácio Imperial.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O imperador Akihito e a imperatriz Michiko receberam o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em uma cerimônia de boas-vindas realizada no Palácio Imperial, em Tóquio, no início da manhã desta quinta-feira (noite de quarta-feira pelo horário de Brasília), informou a Agência da Casa Imperial.

 

Obama é recebido pelos casal imperial no palácio (Foto: The Yomiuri Shimbun/Agência da Casa Imperial)

O imperador e a imperatriz reuniram-se com Obama no Salão de Audiências do Palácio (Foto: The Yomiuri Shimbun/Agência da Casa Imperial)

 

Obama, que chegou ao Japão na noite de quarta-feira,  é o primeiro presidente dos Estados Unidos a ser recebido como convidado de Estado em mais de 18 anos. Um sedan presidencial levou o presidente norte-americano ao palácio, onde foi recepcionado formalmente pelo casal imperial do Japão.

Também estavam presentes na cerimônia o príncipe-herdeiro Naruhito, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e alguns ministros de seu gabinete. O evento foi realizado no jardim do palácio.

Mais tarde, no Salão de Audiências do Palácio, o imperador e a imperatriz reuniram-se com Obama. De acordo com a agência, o imperador teria manifestado satisfação em receber Obama como convidado de Estado e agradecido pela assistência prestada depois do terremoto e tsunami em março de 2011.

O imperador também teria dito ao presidente que os esforços de auxílio humanitário dos militares dos Estados Unidos, que ficaram conhecidos como “Operação Tomodachi”, tocaram profundamente os corações de muitos japoneses.

A agência destacou que Barack Obama também irá participar de um jantar de Estado oferecido pelo casal imperial no palácio, ainda nesta quinta-feira.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •