Notícias Sociedade

Partidos no Japão aprovam projeto de conscientização LGBT

©Kyodo

Projeto de lei multipartidário japonês inclui as palavras “discriminação é inaceitável” entre seus ideais filosóficos.

O Partido Liberal Democrático (PLD), partido governista japonês, aprovou nesta semana um projeto de lei multipartidário para promover maior conscientização do público sobre as minorias sexuais no Japão, informou a Kyodo News.

A aprovação do projeto foi adiada em uma reunião do painel do PLD na semana passada devido a preocupações conservadoras de que “afetaria a sociedade”.

O partido governista, que enfatiza a promoção da compreensão da comunidade LGBT, sigla para lésbica, gay, bissexual e transgênero, e o principal partido de oposição, o Partido Democrático Constitucional do Japão, que se concentra na erradicação da discriminação, preencheram a lacuna por meio de consultas, de acordo com legisladores.

Com base no esboço elaborado pelo painel do PLD, o projeto de lei inclui as palavras “discriminação é inaceitável” entre seus ideais filosóficos.

Veja também
Monge japonês gay ensina tolerância à diversidade sexual

O legislador do PLD, Kazuo Yana, disse em uma reunião do partido na última quinta-feira que membros da comunidade LGBT eram contra a preservação da espécie, enquanto os casais de minorias sexuais não eram “produtivos” – comentários que geraram objeções dos legisladores da oposição, bem como gerou revolta da comunidade LGBT no país.

Outro membro do LDP, Mio Sugita, foi criticado em 2018 por dizer em um artigo de revista que o governo não deveria apoiar casais de minorias sexuais porque eles não podem ter filhos e, portanto, não são “produtivos”.

Embora vários municípios no Japão ofereçam parcerias entre membros da comunidade LGBT, o casamento não é legalmente reconhecido no país.

== Mundo-Nipo (MN)