Artigos Sociedade

Japão sobe cinco posições no ranking global de acesso à tecnologia

Japão melhorou sua capacidade de usar a tecnologia da informação no plano social e econômico.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O Japão subiu cinco posições no ranking global que mede a capacidade de uma nação usar a tecnologia da informação (TI) para estimular a competitividade e o bem-estar. O estudo envolve dados de 148 países que constam no Relatório Global sobre Tecnologia da Informação 2014, elaborado pelo Fórum Econômico Mundial em parceria com a escola de negócios Insead.

No topo do ranking está a Finlândia, seguida por Cingapura e Suécia – todas as três nações se mantiveram na mesma posição do ranking em 2013.

Japão melhorou sua capacidade de usar a TI no plano social e econômico, o que lhe valeu subir cinco posições, ocupando neste ano a 16ª colocação. Já o Brasil caiu para 69º – nove posições abaixo do resultado de 2013.

O relatório mostra que há pouco progresso no esforço para superar a distância digital entre as nações mais conectadas e o resto do mundo. Essa estagnação é preocupante, sobretudo em países emergentes.

O estudo aponta que essas nações correm o risco de não conseguirem se beneficiar do impacto positivo que as tecnologias da informação podem trazer. Avanços em inovação, competitividade econômica e inclusão social estão entre eles.

Na América Latina, avalia o relatório, o desafio continua sendo melhorar a conexão digital. Uma das conclusões é que o sistema de apoio ao empreendedorismo e à inovação impede que os países da região consigam capitalizar investimentos em TI. Isso resulta em nova exclusão digital entre as nações que evoluem nos planos social e econômico e as demais.

O cálculo do índice que compõe o ranking leva em conta uma série de fatores ligados ao uso de TI, como custo de acesso; uso por governos, empresas e pessoas; ambiente de negócios e inovação; cenário político, impactos econômicos e sociais.

O estudo mostra que o aporte em tecnologia de informação, sozinho, não basta para garantir competitividade aos países. Para chegar lá, o caminho é investir ao mesmo tempo em inovação, empreendedorismo e infraestrutura.

Confira os 10 primeiros colocados no ranking global de TI (incluindo resultados de Japão e Brasil):

1. Finlândia
Valor: 6.04
Posição em 2013: 1

2. Cingapura
Valor: 5.97
Posição em 2013: 2

3. Suécia
Valor: 5.93
Posição em 2013: 3

4. Holanda
Valor: 5.79
Posição em 2013: 4

5. Noruega
Valor: 5.70
Posição em 2013: 5

6. Suíça
Valor: 5.62
Posição em 2013: 6

7. Estados Unidos
Valor: 5.61
Posição em 2013: 9

8. Hong Kong
Valor: 5.60
Posição em 2013: 14

9. Reino Unido
Valor: 5.54
Posição em 2013: 7

10. Coreia do Sul
Valor: 5.54
Posição em 2013: 11

16. Japão
Valor: 5.41
Posição em 2013: 21

69. Brasil
Valor: 3.98
Posição em 2013: 60

Fontes de informação: Relatório Global sobre Tecnologia da Informação 2014 | Fórum Econômico Mundial. Confira a lista completa.

 

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •