Sociedade

População do Japão cai pelo 4º ano seguido, com números de idosos superando 30 milhões

O censo incluiu pela primeira vez estrangeiros.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

A população do Japão caiu pelo quarto ano consecutivo, segundo levantamento feito pelo governo com base nos registros de residentes a partir de 31 de março deste ano e divulgado nesta quarta-feira.

 

(Foto: AFLO)

(Foto: AFLO)

 

De acordo com o Ministério de Assuntos Internos e Comunicações, os residentes estrangeiros foram incluídos na contagem pela primeira vez, o que foi possível devido à introdução do novo sistema de registro e do “Zairyu Card”.

Incluindo os 1.980.200 estrangeiros, a população geral somou 126.393.679 pessoas. Considerando somente os japoneses, houve uma queda de 0,21% (266.004) em relação ao ano anterior.

Segundo os dados, que ressaltam o envelhecimento da população e sua queda da taxa de natalidade, o número de pessoas a partir de 65 anos ultrapassou a marca de 30 milhões pela primeira vez, chegando a 30.834.268. Isso representa que 24,4% da população do país tem mais de 65 anos de idade.

Já o número de pessoas na faixa de 0 a 14 anos de idade, caiu para 16,6 milhões, ou seja, apenas 13,13% da população japonesa têm menos de 14 anos – o menor nível já registrado.

A população caiu em 39 províncias, sendo que os maiores índices foram registrados em Hokkaido (menos 29.909 pessoas), Fukushima (menos 20.723) e Niigata (menos 16.309).

Em contrapartida, a população cresceu nas oito províncias restantes. Em Tóquio, houve um aumento de 58.174 pessoas, seguida de Aichi, com 9.840, e Kanagawa, com 6.764.

Mais da metade das pessoas, ou 50,88%, mora nas áreas urbanas de Tóquio, de Osaka e de Nagoya.

As informações são da agência Kyodo.

 

Para saber mais sobre Sociedade, clique em mundo-nipo.com/sociedade. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •