Notícias Sociedade

Morre, aos 81 anos, japonês vencedor do Nobel de Física em 2008

©Kyodo

O físico Toshihide Masukawa é reconhecido por sua importante contribuição para a descoberta da origem da simetria quebrada.

Toshihide Masukawa, laureado com o Prêmio Nobel de Física em 2008 por seu trabalho sobre partículas elementares, morreu aos 81 anos em sua casa na província de Kyoto, no centro-oeste do Japão, devido a uma forma agressiva de câncer de boca, informou a universidade onde lecionava nesta quinta-feira (29).

O físico japonês, que morreu na última sexta-feira de carcinoma de gengiva maxilar, dividiu o Nobel de Física com outros dois cientistas japoneses, Makoto Kobayashi e Yoichiro Nambu, de cidadania norte-americana, reconhecidos por sua contribuição para a descoberta da origem da simetria quebrada.

Professor emérito da Universidade de Kyoto, Masukawa estudou com Shoichi Sakata, um falecido professor de física na Universidade de Nagoya, e obteve seu Ph.D. na universidade no centro do Japão em 1967.

O físico japonês se tornou professor no Instituto Yukawa de Física Teórica da Universidade de Kyoto em 1980 antes de trabalhar como diretor do instituto. Ele também foi professor universitário convidado na Universidade de Nagoya.

Em 1973, durante seus anos como assistente na Faculdade de Ciências da Universidade de Kyoto, Masukawa e Kobayashi, que também era assistente, publicaram sua teoria prevendo a existência de pelo menos seis quarks que permitiam a explicação do conceito de simetria quebrada.

Masukawa, que nasceu na cidade de Nagoya, também recebeu a Ordem da Cultura em 2008. Ele esteve envolvido em atividades para proteger a Constituição pacifista do Japão e outras atividades pela paz.

== Mundo-Nipo (MN)
Fonte: Kyodo News.