Tecnologia

Solar Impulse 2 conclui voo histórico entre Japão e Havaí

A aeronave ecológica bateu o recorde de voo solo percorrendo o trajeto histórico de 8.200 km entre o Japão e o Havaí.

Do Mundo-Nipo com Agências

Depois de cinco dias percorrendo o trajeto histórico de 8.200 km entre o Japão e o Havaí, o avião Solar Impulse 2, movido a energia solar, bateu o recorde de voo solo em sua tentativa de dar a volta ao mundo sem consumir nada além de uma carga, quando aterrissou na sexta-feira (3) no Havaí e cumpriu a etapa mais difícil da sua travessia.

De acordo com agência de notícias AFP, a aeronave ecológica pousou suavemente às 16H00 GMT (13H00 de Brasília) no aeroporto Kalaeloa de Oahu, a principal ilha havaiana. Pilotado pelo experiente piloto suíço Andre Borschberg, o Solar Impulse 2 aterrissou em meio a ovações e aplausos da equipe em terra.

“Acabamos de aterrissar no Havaí com o @solarimpulse! Para @BertrandPiccard e para mim, é um sonho que virou realidade”, tuitou Borschberg, triunfante, após completar a etapa mais perigosa de sua volta ao mundo, conforme noticiou a AFP.

Borschberg e Bertrand Piccard se revezaram na cabine para fazer o voo solo do Solar Impulse durante todo o desafio. A última etapa, entre o Japão e o Havaí, coube a Borschberg, que passou mais de 100 horas pilotando sozinho o avião, quebrando o recorde de voo solo mais longo da história da aviação.

Não foi apenas a viagem mais longa – tanto no quesito tempo quanto em distância – de um avião movido por energia solar, mas o aviador também bateu o recorde de voo solo mais longo do mundo.

A viagem deixou o piloto exausto e sua equipe tinha informado na quinta-feira, quando faltavam pouco mais de mil quilômetros para a chegada, que as últimas 24 horas tinham sido “particularmente difíceis”.

Volta ao mundo
O avião experimental alimentado com energia solar saiu do Japão às 15h do último domingo. Originalmente viajaria da China para o Havaí, mas o mau tempo forçou um desvio para o Japão.

Com asas cobertas por células fotovoltaicas, a aeronave originalmente viajaria da China para o Havaí, mas o mau tempo forçou um desvio para o Japão, onde permaneceu mais de um mês. Ela decolou do Japão às 15h de domingo para seguir sua aventura.

O Solar Impulse 2 começou sua jornada em 9 de março em Abu Dhabi rumo a uma volta ao mundo de 35 mil quilômetros – uma aventura para promover o uso de energias renováveis, especialmente da energia solar.

O histórico voo do Solar Impulse 2 entre Japão e Havaí é oitavo de treze etapas previstas para concluir sua jornada ao redor do mundo, de acordo com a AFP.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.