Tecnologia

Transmissão de TV em 8K já é realidade no Japão

Reprodução/NHK

Transmissão de TV com resolução ultra-alta-definição 8K era pensado acontecer somente na próxima década.

Uma emissora no Japão inaugurou o modo de transmissão de TV em resolução de ultra-alta-definição 8K, algo que até pouco tempo era pensado acontecer somente na próxima década, o que marca uma nova era para a transmissão televisiva no planeta.

Para receber o ultra sinal, que também é transmitido em 4k, japoneses precisam de um set-top-box com cinco cabos HDMI e uma TV que suporte tamanhas resoluções.

O início da transmissão aconteceu no último sábado (1) e contou com a presença do ministro do Interior e Telecomunicações do Japão, Masatoshi Ishida, e de executivos da emissora estatal do Japão ‘NHK’

A emissora informou que esteve desenvolvendo a tecnologia 8K (chamada pela emissora de super hi-vision) desde 1995 e, além de melhorias na resolução da imagem, as transmissões com essa taxa de definição também incluem 24 canais de áudio para entregar um som surround imersivo aos espectadores.

O primeiro filme em 8K para o canal da ‘NHK’ foi o icônico “2001: Uma Odisseia no Espaço”, que teve os negativos originais em 65 milímetros escaneados especialmente para o acontecimento. Mesmo para o Japão, que tem aparato de ponta em tecnologia, TV 8K ainda é algo raro e muito caro.

O presidente da ‘NHK’, Ryoichi Ueda, afirmou que a emissora visará a difusão do serviço com o oferecimento de experiências empolgantes para os telespectadores.

Agora, a ‘NHK’ está transmitindo os novos serviços nacionalmente via canais de satélite BS4K e BS8K. Contudo, vale lembrar que os formatos só podem ser apreciados em aparelhos de TV apropriados ou com o uso de sintonizadores externos.

Todo esse preparo também tem um motivo a ser cumprido, que o de transmitir os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio em 2020 nesse novo e futurístico formato de exibição.

Mundo-Nipo
Fonte: NHK World News Online | Canaltech.