Tecnologia

Japão confirma participação no programa de viagem à Lua

Estação lunar Gateway | Foto: NASA

Japão fornecerá equipamentos para a construção da base lunar do programa Artemis. A ideia é pousar astronautas na Lua até 2024.

O Japão decidiu, nesta semana, oficializar sua participação no programa espacial liderado pelos Estados Unidas que visa uma nova viagem à Lua, onde enviará seus astronautas para caminhar em solo lunar até o ano de 2024.

Tóquio notificará Washington ainda este ano sobre a decisão do Comitê de Política Espacial Nacional do Japão, que oferecerá cooperação técnica para a construção de um posto avançado orbital que será usado pelos astronautas como base para o programa de exploração lunar de Artemis.

O comitê, no entanto, negou a decisão de participar da construção do chamado Gateway, uma base que abriga alojamentos, laboratórios e portos de ancoragem para a exploração da Lua e de Marte, a partir de 2025, uma decisão tomada em razão dos elevados custos da base Gateway.

“Expressaremos nossa intenção em um estágio inicial para que possamos fortalecer nossa relação de confiança com os Estados Unidos e, com isso, esperamos que os astronautas japoneses possam participar da esperada viagem à Lua”, declarou Yoshiyuki Kasai, presidente do comitê, em uma coletiva de imprensa.

O Canadá anunciou sua participação em fevereiro, enquanto é esperado que países europeus se juntem ao projeto.

O Japão fornecerá dispositivos para Sistema de Suporte À Vida e Controle Ambiental (ECLSS, na sigla em inglês), equipamentos de ar condicionado e baterias, entre outros materiais com tecnologia de ponta.

Se o Japão decidir continuar sua participação no programa espacial dos EUA a partir de 2025 e além, usará o transportador de carga de última geração, HTV-X, para enviar suprimentos ao Gateway.

A construção do Gateway estava inicialmente programada para começar em 2022 e ser concluída em 2026, mas os Estados Unidos disseram no início deste ano que se concentrarão no envio de astronautas para a Lua em 2024.

Últimos astronautas a caminhar na LUA

Os últimos humanos a andar na Lua foram Harrison Schimitt e Eugene Cernan, astronautas norte-americanos da missão Apollo 17 em 1972.

Na missão, Cernan e Harrison Schimitt, ficaram 22 horas na superfície da Lua com o veículo lunar Rover. Eles recolheram 35 kg de material para análise em Terra.

Da Kyodo News / Tradução e edição do Mundo-Nipo.com (MN).