Notícias Tecnologia

Japão recorre a Uber e Boeing para ajudar desenvolver carros voadores

Carro voador / Ilustração | Foto: Creative Commons

Carros capazes de voar sobre ruas congestionadas estão cada vez mais perto de se tornar realidade.

Atualizado em 26/08/2018 – às 16h07


O Governo do Japão recorreu a empresas internacionais de peso para ajudar no seu esforço em desenvolver carros voadores. Gigantes como as norte-americanas Uber Technologies e a Boeing estão incluídas no grupo de empresas liderado pelo governo para que o país tenha veículos aéreos na próxima década.

O grupo será formado inicialmente por 21 empresas e organizações, entre elas Airbus, NEC, uma startup financiada pela Toyota Motor chamada Cartivator, ANA Holdings, Japan Airlines e Yamato Holdings, de acordo com comunicado do Ministério do Comércio divulgado ontem (24) em Tóquio.

Os delegados se reunirão em 29 de agosto para ajudar a traçar um plano de ação neste ano, afirmou o ministério.

“O governo japonês fornecerá o apoio adequado para ajudar a concretizar o conceito de carros voadores, com a criação de regras aceitáveis”, disse o ministério.

Carros voadores
Carros voadores capazes de circular sobre ruas congestionadas estão mais perto de se tornar realidade do que muitos pensam. Startups de todo o mundo estão tentando construir pequenas aeronaves, que até pouco tempo pertenciam apenas ao campo da ficção científica.

Como as empresas japonesas já estão atrasadas em relação aos seus colegas globais no que se refere a veículos elétricos e carros autônomos, o governo está mostrando urgência na tecnologia de aeronaves, intervindo para facilitar a legislação e a infraestrutura para ajudar a ganhar a liderança.

Da Boomblerg / Tradução Exame.com.