Internet

‘Complexo de inferioridade’ leva japoneses a excluírem conta no Facebook, diz estudo

Usuários japoneses dizem que sentem frustração ao ver as postagens repletas de aventuras de seus chamados “amigos” no Facebook.

Do Mundo-Nipo

Não é nenhuma novidade que o Facebook está encontrado um pouco de dificuldade no Japão. A maior prova disso é uma pesquisa recente da consultora ‘Aun Consulting’, que mostrou um forte declínio de usuários japoneses na rede social, com queda de 11% a partir de setembro de 2012 a janeiro deste ano.

 

Japoneses vs Facebook (Imagem: Reprodução/Jin115)

Internautas japoneses dizem que o Facebook não “vale mais a pena” e que “nada de interessante é publicado” (Imagem: Reprodução/Jin115)

 

Mas qual é o motivo que tem levado usuários japoneses a abandonarem uma das redes sociais mais populares do mundo? Aparentemente, segundo o estudo de um psicólogo japonês, alguns usuários do Japão estão desenvolvendo “complexo de inferioridade” em consequência de suas vidas solitárias.

Os japoneses alegam que conectar na famosa rede social tornou-se “um pouco demais”, é o que diz o psicólogo Kouji Yamada, que conduziu um estudo sobre ansiedade causada por redes sociais, mais precisamente o Facebook, que atualmente registra quase 14 milhões de usuários oriundos do Japão, sendo que um em cada quatro tem idades entre 25 a 64 anos.

Segundo Yamada, os japoneses sentem desconforto ao ver “amigos” compartilhando momentos divertidos ou íntimos no Facebook. A maioria alega um sentimento de vazio, como se estivesse “faltando algo em suas vidas”.

Mesmo que a ideia das redes sociais seja para que usuários compartilhem coisas interessantes como diversão e momentos com amigos e familiares, uma grande quantidade de usuários japoneses sente frustração ao ver as postagens repletas de aventuras de seus chamados “amigos” no Facebook. Tais momentos de diversão pode ser um tanto raro para a grande maioria, podendo acarretar em graves problemas psicológicos , como o complexo de inferioridade, de acordo com Yamada.

Entretanto, muitos internautas têm feito suas declarações arbitrárias ao Facebook em fóruns de sites e redes sociais do Japão, onde suas versões quanto ao motivo de excluírem suas contas no Facebook são baseadas em questões culturais como respeito e privacidade.

Japoneses vs Facebook (Imagem: Reprodução/Jin115)

Um imagem de protesto contra o Facebook foi inserida em um tópico de um fórum japonês (Imagem: Reprodução/Jin115)

Usuários do Jin115, um site japonês especializados em games e animes, criaram um tópico no fórum do site com o título: “Coloque suas declaração aqui sobre o motivo de ter saído do Facebook”. Uma imagem vetando a rede social encabeça o tópico.

Uma internauta de 29 anos, residente em Tóquio, que saiu do Facebook depois de ser usuária por dois anos, comentou no fórum do Jin115 que criou a conta para manter contato com amigos e familiares. Mas o desconforto de ser “obrigada” a ver compartilhamentos que não lhe dizia respeito a levou excluir sua conta, e agora se comunica com os “verdadeiros amigos” através de telefone ou de outras redes sociais, como a japonesa LINE.

A internauta afirma ainda que suas amizades agora “são melhores nesses novos locais”, sem ter mais de se preocupar com “compartilhamentos desconfortáveis” conforme era “obrigada” no Facebook.

Outros internautas dizem que o Facebook não “vale mais a pena” e que “nada de interessante é publicado”, enquanto a maioria afirma que o Facebook se tornou um lugar para crianças “gabar” sobre fumar e beber, apesar de menores de idade.

A verdade é que não está claro o real motivo da debandada dos japoneses no Facebook. Apontar que o motivo é por complexo de inferioridade ou por motivos culturais pode ser um tanto prematuro. Todo esse movimento, no entanto, só prova que o Facebook realmente não caiu nas graças dos japoneses.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta