Variedades

Zoo no Japão exibe besouros raros por tempo limitado

Besouro Hércules | Foto: Epic Creature

Exposição de besouros “vivos” não é habitual em lugar nenhum do mundo, portanto, é uma oportunidade que não pode ser perdida.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma exposição de besouros de várias partes do mundo, inclusive do Japão, está em andamento em um zoológico na província de Saitama, ao norte de Tóquio.

A mostra conta com 20 espécies de besouros e teve início no final de julho no Zoológico Hodosan, na cidade de Nagatoro, onde permanecerá até o dia 15 de agosto.

Os insetos em exibição incluem besouros raros e endêmicos. Entre eles está o besouro de Netuno, gênero de grandes besouros encontrados principalmente na América Central e América do Sul.

Os machos dessa espécie caracterizam-se pelos seus dois longos chifres, um na cabeça e outro no tórax. Ele mede cerca de 13 centímetros de comprimento, mais que o dobro do tamanho do besouro rinoceronte japonês.

Besouro Rinoceronte | Foto: National Geographic

A mostra conta ainda com o raro Megasoma, um tipo de besouro rinoceronte da Guiana Francesa. Essa espécie pesa 49 gramas, quase cinco vezes o peso de um besouro japonês comum.

Besouro Megasoma | Foto: Creative Commons

O besouro de Satanas também está em exposição. Ele é uma espécie popular endêmica das montanhas da Bolívia. Seu chifre e abdômen são cobertos com pelos dourados. Infelizmente, o besouro Satanas está ameaçado de extinção por conta do desmatamento na Bolívia.

 

Besouro Satanas | Foto: Dynastes

Os visitantes podem ainda tocar nos besouros capturados nas montanhas perto do Zoológico Hodosan.

De acordo com a emissora pública NHK, exposição de besouros “vivos” não é habitual em lugar nenhum do mundo, portanto, é uma oportunidade que não pode ser perdida, principalmente nesta época.

“A exposição certamente encantará as crianças que estão em férias de verão”, destacou a emissora japonesa.  

Um visitante de 30 anos da província de Chiba disse à NHK que foi ao zoológico porque seu filho queria ver a exposição. Mas o homem admitiu que apreciou os insetos muito mais do que o filho.

MN – Mundo-Nipo.com
Fonte: NHK News.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •