Notícias Variedades

Garrafa com mensagem lançada ao mar no Japão chega ao Havaí após 37 anos

©Depositphotos

A garrafa foi encontrada por uma criança no Havaí décadas depois de ser colocada no mar por alunos no Japão como parte de um estudo.

Uma garrafa de vidro contendo uma mensagem, e que foi lançada no mar há 37 anos por estudantes do ensino médio no Japão, foi encontrada na ilha do Havaí, a cerca de 6.000 km de distância do local de origem, informou o jornal japonês Mainichi.

Os alunos do clube de ciências naturais da Choshi High School, na prefeitura de Chiba, no leste do Japão, lançaram a garrafa ao mar em 1984 como parte de um projeto para investigar as correntes oceânicas.

Entre os anos de 1984 e 1985, um total de 750 garrafas foram lançadas no oceano perto da Ilha Miyakejima, localizada no sudoeste de Honshu e administrada pelo governo metropolitano de Tóquio.

Algumas garrafas foram encontradas, sendo a mais recente descoberta em junho na ilha norte-americana do Havaí. Segundo o jornal Hawaii Tribune Herald, Abbie Graham, de 9 anos, encontrou a garrafa em uma praia rochosa no Hawaiian Paradise Park.

Abbie Graham e família exibem as mensagens encontradas na garrafa | Foto: Reprodução / Hawaii Tribune Herald

Dentro da garrafa havia formulários de contato em japonês, inglês e português explicando que ele havia sido divulgado na costa de Choshi e pedindo ao localizador para entrar em contato com a escola.

No início de setembro, Abbie enviou os formulários de contato para a Choshi High School, junto com um desenho dela e de sua irmã comendo sushi.

O vice-diretor Jun Hayashi disse em uma coletiva de imprensa em meados de setembro que não tinha mais esperanças de que mais garrafas fossem encontradas.

“Pensamos que a última [garrafa] havia sido encontrada em Kikaijima (…) Jamais poderíamos imaginar que outra seria encontrada 37 anos depois”, disse.

Desde 1985, as garrafas lançadas pela escola foram encontradas em 17 lugares, incluindo Okinawa, Filipinas, China e na costa oeste dos Estados Unidos.

Mayumi Kanda, de 54 anos, membro do clube de ciências naturais em 1984, disse: “Fiquei surpreso, isso reviveu memórias nostálgicas dos meus tempos de colégio. Agradeço aos envolvidos”.

Abbie também gostou da experiência. Ela disse ao Hawaii Tribune-Herald: “Quero encontrar outra”.

== Mundo-Nipo (MN)
Foto: Depositphotos