Variedades

Cerejeiras no santuário de Yasukuni são as primeiras a florescer em Tóquio

A floração teve início cinco dias antes da média anual e dois dias antes da florada ocorrida na estação do ano passado em Tóquio.

A Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês) informou que ao menos seis flores de cerejeiras desabrocharam nesta segunda-feira (21) em uma área no santuário de Yasukuni, que é um foco habitual de tensões diplomáticas entre Japão e seus vizinhos asiáticos por tratar-se de um santuário que honra os mortos na guerra.

O florescimento das cerejeiras nessa estação ocorre cinco dias antes da média anual e dois dias antes do início da florada no ano passado em Tóquio, segundo a JMA.

A despeito do conflito envolvendo o santuário, o clima foi de paz e alegria entre o público presente no local, que aplaudiram efusivamente quando foi confirmado o desabrochar das seis belas flores de cerejeira da espécie somei-yoshino, de acordo com imagens transmitidas pela emissora estatal japonesa ‘NHK’.

A JMA usa as cerejeiras do santuário como referência para anunciar o início da temporada anual da florada das cerejeiras.

Ainda de acordo com a JMA, a previsão é que as cerejeiras estarão em plena floração em cerca de dez dias nas áreas localizadas no centro de Tóquio.

O santuário de Yasukuni honra todos os que morreram pelo Japão desde o final do século XIX e 1945, e entre eles estão 14 políticos e oficiais do Exército Imperial condenados como criminosos pelo Tribunal Penal Militar Internacional para o Extremo Oriente ao término da Segunda Guerra Mundial.

Clique aqui e saiba quando e onde ocorrerá a esperada floração das cerejeiras este ano no Japão.

Fonte: NHK News.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
%d blogueiros gostam disto: