Cultura

‘Kaze Tachinu’ já arrecadou mais de US$ 88 milhões desde estreia no Japão

O filme de Hayao Miyazaki, que concorre ao Leão de Ouro, continua no topo da bilheteria japonesa desde o seu lançamento em julho, e não mostra sinais de enfraquecimento.

Do Mundo-Nipo

O filme de animação do diretor de “A viagem de Chihiro” já fez mais de US$ 88 milhões só no Japão, e não mostra sinais de enfraquecimento desde seu lançamento em julho. O filme ganhou ainda mais força nas bilheterias após Hayao Miyazaki anunciar sua aposentadoria durante a 70ª edição do Festival de Cinema de Veneza, no fim de semana, onde “Kaze Tachinu” (“The wind rises”) concorre ao Leão de Ouro.

 

Kaze Tachinu, de Hayao Miyazaki (Imagem: Divulgação)

‘Kaze Tachinu’ continua no topo da bilheteria japonesa desde o seu lançamento em julho (Imagem: Cartaz/Divulgação)

 

Nem o “O Homem de Aço”, que teve uma arrecadação de US$ 2,7 milhões, foi páreo para a animação “Kaze Tachinu”. Em sua primeira semana de estreia, o filme do super-herói ficou em segundo lugar na bilheteria japonesa, perdendo para a obra de Miyazaki que ainda continua no topo da bilheteria desde o seu lançamento em julho.

O novo longa-metragem de animação do afamado cineasta é inspirado na vida do engenheiro que desenhou o temido avião de combate “Zero”, usado durante a Segunda Grande Guerra Mundial. Críticos locais viram a história como uma advertência velada ao perigo do nacionalismo japonês, mas o público mostrou grande interesse pela história.

Na época do lançamento, Miyazaki confirmou as análises em um ensaio crítico às propostas do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que pretende rever a Constituição do país. Ao assumir o cargo, o político prometeu revitalizar a economia e aumentar a postura defensiva do Japão.

As informações são do “Hollywood Reporter”.

 

Siga o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.