Cultura

Filme musical japonês ‘Lady Maiko’ retrata jovem que sonha em ser gueixa

O filme é descrito como uma versão “vestida de quimono” do filme musical americano “My Fair Lady”, de 1964.

Do Mundo-Nipo

“Lady Maiko” é um novo filme musical do cineasta Masayuki Suo, mais conhecido por sua versão original japonesa do sucesso de Hollywood “Dança Comigo?”. Segundo a agência Reuters, o filme de Suo pode ser melhor descrito como uma versão “vestida de quimono” do longa-metragem musical “My Fair Lady” (Minha Bela Dama), de 1964.

“Maiko Wa Lady”, nome original do filme de Suo, conta a história de uma simples garota do interior, Haruko, que viaja para a antiga capital do Japão, Kyoto, com a ambição de se tornar uma “maiko” (aprendiz de gueixa), uma das figuras mais marcantes da cultura japonesa.

Filme musical Lady Maiko (Foto: Divulgação/Edição de montagem MN)

Filme musical Lady Maiko (Foto: Divulgação/Edição de montagem MN)

“Eu quis retratar como as garotas japonesas viviam com as tradições do Japão”, disse Suo na estreia norte-americana do filme, durante o recente Festival de Filmes Japoneses em Toronto.

Haruko é uma menina incomum para uma adolescente moderna no Japão. Ela sonha em aprender as antigas, mas decadentes, tradições de uma maiko. Mas ela logo descobre que seu sotaque rústico pode atrapalhar seus sonhos. Para ser uma aprendiz de gueixa, ou “geiko”, como são chamadas em Kyoto, ela deve falar o dialeto especial da cidade.

É o mesmo desafio enfrentado por Eliza Doolittle, a florista Cockney em “My Fair Lady”.

“Eu sempre considero que o povo de Kyoto é o protótipo do japonês”, disse ele. “Eu vejo, em Kyoto, a cultura japonesa em sua forma polida.”

“Lady Maiko” estreou nos cinemas japoneses em setembro do ano passado. Segundo o portal de cinemas “Omelete”, é esperado que o musical “bem-humorado” seja lançado no Brasil até o fim deste ano.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.