Ciência e Saúde

Clínica do Japão divulga dados sobre abortos de fetos com defeitos congênitos

A divulgação é o primeiro caso relatado de abortos seletivos sistemáticos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Foto: AFLO

Foto: AFLO

A Clínica de Maternidade Suwa, localizada na cidade de Shimosuwa, província de Nagano, informou nesta segunda-feira que realizou cerca de 36 cirurgias de aborto de fetos com defeitos congênitos em casos de gravidez múltipla.

De acordo com a clínica, 36 operações foram realizadas com grávidas de gêmeos, trigêmeos ou mais. Os abortos envolveram 25 casos de bebês com Síndrome de Down ou outras doenças cromossômicas.

A lei de proteção maternal do Japão não permite que o aborto seja realizado por motivos de defeitos genéticos ou doenças que envolvem a criança.

Contudo, a Associação Japonesa de Ginecologistas e Obstetras diz que tais abortos são realizados por vezes se os pais procurarem o procedimento após exames mostrarem o feto com defeitos congênitos em potencial. A associação informou que cerca de mil desses abortos são realizados anualmente no Japão por razões médicas.

A divulgação é o primeiro caso relatado de abortos seletivos sistemáticos devido a defeitos de nascença e possivelmente deve entrar em debate.

As informações são da rede NHK.

 

Para saber mais sobre Ciência e Bem-Estar, clique em mundo-nipo.com/ciencia-e-bem-estar. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta