Ciência e Saúde

Governos regionais do Japão pedem fim de estado de emergência

©Athit P.

Japão somou 1.083 novos casos de Covid-19 na última terça-feira, bem abaixo do pico de quase 8 mil registrado em 8 de janeiro.

Governos regionais do Japão pediram que medidas emergenciais contra a pandemia sejam suspensas antes do final programado para 7 de março, uma vez que os novos casos de Covid-19 estão em tendência de queda, disse o ministro da Economia do país, acrescentando que o governo pedirá a opinião de especialistas antes de atender ao pedido de os governos locais.

Uma disparada de casos levou o Japão a anunciar um estado de emergência para 11 regiões no mês passado, pedindo aos moradores que limitem suas atividades e aos estabelecimentos que encurtem os horários de funcionamento.

O estado de emergência provavelmente seria revogado em etapas, mas os estabelecimentos seriam instruídos a continuar fechando cedo, disse o secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato, nesta quarta-feira.

O Japão registrou 1.083 casos novos de Covid-19 na terça-feira, bem abaixo do pico de quase 8 mil em 8 de janeiro. Em Tóquio, as infecções novas caíram para níveis não vistos desde dezembro.

Três regiões do oeste, assim como outras três nas partes central e sul do Japão, pediram que o estado de emergência seja suspenso já no início desta semana, disse o ministro da Economia, Yasutoshi Nishimura, na noite de terça-feira.

Tóquio e regiões vizinhas continuarão sujeitas ao estado de emergência, disse Nishimura.

O primeiro-ministro, Yoshihide Suga, se reunirá com ministros de governo nesta quarta-feira para debater a suspensão do estado de emergência nas seis regiões, e uma decisão final é esperada para sexta-feira, noticiou o Jiji News citando fontes ligadas ao governo.

Da Reuters.