Ciência e Saúde

Uma pessoa morre e 33 são infectadas por tuberculose em empresa no Japão

O caso está sendo tratado como negligência médica porque a vítima apresentou sinais da doença no ano passado, mais foi liberada e infectou dezenas antes de morrer.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma pessoa morreu de tuberculose e pelo menos 33 pessoas foram infectadas pela doença no alojamento de uma empresa situada em Osaka, no centro-oeste do Japão, informou nesta quarta-feira (30) a imprensa japonesa.

A vítima, um homem com aproximadamente 50 anos, estava morando no alojamento de uma empreiteira na cidade Higashiosaka, onde dividia o espaço com dezenas de trabalhadores. Segundo informou hoje a ‘TV Asahi’, ele morreu onze dias após ter sido diagnosticado com a doença, depois de ser levado a um hospital local em 2 de fevereiro último, quando foi acometido por um desmaio.

De acordo com a ‘NHK News’, em fevereiro do ano passado, um exame de rotina mostrou que o homem apresentava manchas no pulmão. Contudo, ele foi liberado para o trabalho após o médico afirmar que as manchas não representavam risco à saúde.

Mediante a isso, autoridades da saúde de Higashiosaka estão tratando o caso como negligência médica, em vista que a morte do homem poderia ter sido evitada, como também a contaminação de 33 companheiros de trabalho, caso o diagnóstico de tuberculose fosse constatado quando a vítima foi submetida a exames no ano passado, conforme noticiou a ‘NHK News’.

Agora, as atenções estão voltadas para os trabalhadores infectados. Segundo ‘TV Asahi’, do total, cinco foram confirmados com a doença e estão recebendo tratamento médico intensivo, enquanto o restante apresenta a bactéria no organismo, mas não desenvolveram a doença, com exceção de três que estão sob observação mais efetiva.

Segundo o site do Centro de Controle Epidemiológico, órgão adjunto do Ministério da Saúde do Brasil, na maior parte das vezes o organismo resiste ao contágio e não fica doente, mas pode desenvolver a doença anos mais tarde porque a bactéria da tuberculose, chamada de “bacilo de Koch”, fica “alojada” e a pessoa pode adoecer anos mais tarde, principalmente se estiver com o organismo enfraquecido por doenças como diabetes, Aids, câncer ou qualquer outro tipo de doença grave.

O infectado também pode desenvolver a tuberculose futuramente se for usuário de drogas e/ou alcoólatra.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta