Economia

Receita fiscal do Japão salta 17,9% em julho

O resultado elevado se deve ao arrecadamento proveniente do imposto de renda de pessoa física.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

As receitas fiscais para o governo japonês saltou 17,9% em julho na comparação com o mesmo mês em 2013, para 5,498 bilhões de ienes, mostraram dados do governo, indicando que o resultado elevado se deve as receitas provenientes do imposto de renda de pessoa física, que aumentou, em parte, devido ao crescimento do bônus de verão.

No período, a receita sobre o imposto de renda individual aumentou 15,8%, para 3,342 bilhões de ienes, enquanto que a do imposto sobre o consumo – cuja taxa foi elevada para 8% a partir de 5% em 1º de abril – subiu 17,5%, para 1,184 bilhões de ienes, de acordo os dados do Ministério das Finanças do país, divulgados na segunda-feira (1).

As receitas de imposto de renda aumentou num todo, mas os de impostos sobre o tabaco e álcool caiu em um cenário de vendas fracas de tais produtos após a primeira elevação do imposto sobre as vendas em 17 anos.

O governo japonês planeja receitas fiscais de aproximadamente 50 bilhões de ienes para o atual ano fiscal com base no crescimento estimado.

Embora a alta do imposto tenha reduzido o consumo, o governo espera um crescimento econômico positivo graças aos efeitos de estímulos fiscais e monetários lançados pelo Banco do Japão, que visa aumentar a taxa de inflação para até 2% em dois anos, em uma tentativa de tirar o país de um longo período de deflação.

==Kyodo 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta