Economia

Japão cogita corte no imposto de renda para incentivar consumo e vencer deflação

O governo pode cortar os impostos de empresas que dão aumentos salariais como forma de minimizar qualquer abrandamento do consumo.

Do Mundo-Nipo

O governo japonês vai considerar um corte nos impostos para empresas que dão aumentos salariais como forma de minimizar qualquer abrandamento do consumo após o planejado aumento do imposto sobre vendas, em abril de 2014.

De acordo com informações da agência Kyodo, as mudanças seriam feitas para a redução do imposto de renda, introduzido pelo governo do premiê Shinzo Abe,  válido por três anos, até março de 2016, visando aumentar a renda  da população para vencer a deflação crônica no país.

As empresas são elegíveis para redução de 10% de aumentos do imposto de renda se sua remuneração total aos empregados for maior que o total pago em 2012 em 5% ou mais e o salário médio por trabalhador não tenha caído no ano anterior.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário