Economia

Japão registra superávit em conta corrente no 1º semestre do ano fiscal de 2013

O superávit, que correspondente ao período de abril a setembro, primeira metade do ano fiscal no Japão, subiu 10,7% ante ao mesmo período de 2012.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O superávit em conta corrente do Japão aumentou nos primeiros seis meses do ano fiscal de 2013, período de abril a setembro, a primeira expansão em seis semestres, com o crescimento dos rendimentos de investimento direto superando o déficit comercial desencadeado pelo aumento das importações de combustíveis, de acordo com dados divulgados pelo governo japonês nesta segunda-feira (data local).

O excedente da balança de pagamentos internacionais, uma dos maiores indicadores de comércio, subiu 10,7% ante o ano anterior para 3,05 trilhões de ienes no período de abril a setembro, de acordo com o relatório preliminar do Ministério das Finanças.

A balança comercial de bens chegou a um déficit de 4,66 trilhões de ienes no primeiro semestre do ano fiscal de 2013, que iniciou em abril, o maior para um período de meio ano desde que dados comparáveis ​​se tornaram disponíveis em 1985, refletindo a desvalorização do iene que elevou os custos de importação.

No mês de setembro, o superávit em conta corrente foi de 587,3 bilhões de ienes, o que representa seu oitavo mês consecutivo positivo.

O dado do balanço de pagamentos de setembro foi 14,3% maior ao do mesmo mês de 2012, e superou o superávit de 161,5 bilhões de ienes registrado no mês de agosto.

As exportações do Japão aumentaram 12% anualizado para 5,72 trilhões de ienes em setembro, enquanto as importações subiram 18,2% para 6,59 trilhões de ienes.

Dentre as quatro balanças que compõem este indicador, a comercial registrou déficit em setembro de 874,8 bilhões de ienes, 84,3% mais anualizado.

A balança de bens registrou déficit de 976,3 bilhões de ienes, 32,3% mais que no mesmo mês de 2012.

A balança da conta corrente, que reflete os pagamentos e receitas de trocas com o exterior de bens, serviços, rendas e transferências, é considerada um dos indicadores comerciais mais abrangentes do país.

As informações são da agência Kyodo. Todos os direitos reservados.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta