Economia Notícias

Economia do Japão cresce 0,8% em março; diz JCER

Mercado no Japão | ©Yuya Shino/Reuters

Expansão em março foi impulsionada pelo consumo doméstico e marcou o segundo crescimento mensal consecutivo.

O Produto Interno Bruto (PIB) real ajustados aos preços do Japão cresceu 0,8% em março na comparação com fevereiro, quando as medidas de restrições contra a Covid-19 foram levantadas em todo o país, disse o Centro de Pesquisas Econômicas do Japão (JCER, na sigla em inglês) em um relatório divulgado nesta quarta-feira (11), informou o jornal financeiro Nikkei.

De acordo com o JCER, a expansão em março vem após crescimento de 0,3% em fevereiro ante janeiro, marcando a segunda alta mensal consecutiva.

A expansão em março foi impulsionada pelo consumo doméstico, que cresceu 0,6% em relação a fevereiro. Isso ocorreu porque o governo japonês suspendeu as restrições à circulação de pessoas em todo o país à medida que o número de novos casos de Covid-19 registrou descenso no período da leitura.

Crescimento das exportações

As exportações de bens e serviços também contribuíram para a expansão, crescendo 0,7% em relação a fevereiro.

Enquanto as exportações para os membros da União Europeia aumentaram 11,4% e para os EUA melhoraram 7,1%, os embarques para a China caíram 9,1% devido ao bloqueio de Xangai e outras cidades. As importações de março caíram 1,9% em relação ao mês anterior.

Investimentos das empresas seguem crescendo

O investimento de capital corporativo, outro pilar da demanda doméstica, cresceu 0,5% em março. Os embarques de bens de capital, excluindo máquinas de transporte, indicador coincidente de investimento de capital, cresceram 1,4% em relação a fevereiro, conforme noticiou o Nikkei.

Estimativa do PIB no primeiro trimestre

Com base nos números médios dos primeiros três meses de 2022, o JCER estima que o PIB japonês recue 1,3% no trimestre de janeiro a março em relação ao período de outubro a dezembro, quando o Japão registrou um crescimento anualizado de 4,6%, um resultado que, apesar de alto, ficou abaixo da expectativa de economistas de ganho de 5,6% e da leitura preliminar de 5,4%.

== Mundo-Nipo (MN)