Economia

Desigualdade de renda no Japão atinge nível recorde em 2011

O ministério atribui a ampliação da disparidade de renda a um aumento no número de idosos e as famílias de uma única pessoa.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O Ministério da Saúde, Trabalho e Previdência Social do Japão informou nesta sexta-feira (11) que a diferença de renda entre famílias japonesas atingiu um número maior de disparidade em 2011.

O parâmetro-chave para medir a desigualdade de renda, conhecido como o coeficiente de Gini, chegou a 0,5536 no ano em 2011, enquanto o estudo anterior, que foi realizada antes da crise econômica mundial – em 2008 registrou 0,0218,.

Um coeficiente de Gini de 0,4 é considerado pelos cientistas sociais como a linha de perigo , onde a desigualdade de renda pode provocar agitação social.

O ministério atribui a ampliação da disparidade de renda , principalmente, a um aumento no número de idosos e as famílias de uma única pessoa com rendimentos menores.

O estudo é realizado uma vez a cada três anos no Japão. A última pesquisa foi realizada em julho e agosto de 2011 em  9.013 domicílios, dos quais 5.021 deram respostas válidas.

A renda anual média por agregado familiar, que exclui os benefícios de segurança social e os pagamentos dos prêmios de seguro social, chegou a cerca de 4,05 milhões de ienes, o que representa uma queda de cerca de 400 mil ienes em relação ao estudo anterior.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta