Economia

Presidente do BC do Japão diz que ‘pode haver ajustes na política monetária’

O BoJ não hesitará em fazer ajustes caso a economia mostre sinais que possam dificultar sua meta de inflação.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O presidente do Banco Central do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, afirmou que “poderá implementar medidas adicionais de afrouxamento monetário se isso for necessário para atingir a meta de inflação de 2%”. O líder do BoJ revelou a intenção nesta terça-feira (15), após um encontro com o premiê Shinzo Abe, realizado pela primeira vez em 4 meses.

Kuroda disse a repórteres que relatou ao premiê a situação geral da econômica do país. “O Banco do Japão está a caminho de atingir a meta de inflação”, declarou ele.

O presidente também revelou ter dito ao primeiro-ministro do país que o BoJ não hesitará em ajustar a política caso as condições econômicas tanto no Japão como no exterior venham a dificultar o caminho rumo à meta de inflação.

Questionado se Shinzo Abe deseja que o BoJ conduza mais afrouxamentos monetários, Kuroda respondeu que não houve nenhum pedido especial.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta