Economia

Inflação deve permanecer acima de 1% no Japão, diz presidente do BoJ

O BoJ acredita que a inflação deve desacelerar depois atingir 1,4%…

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Haruhiko Kuroda, presidente do Banco do Japão  (Foto: Kyodo)

Haruhiko Kuroda, presidente do Banco do Japão (Foto: Kyodo)

O presidente do Banco do Japão (BoJ), Haruhiko Kuroda, declarou nesta terça-feira (15) que a inflação do país deve permanecer acima de 1% mesmo após com a queda dos custos com energia.

O chefe do banco central do Japão disse que manterá  sua atual política monetária, indicando que o país deve superar os efeitos do aumento do imposto sobre vendas em abril.

“Estamos claramente vendo uma mudança na tendência onde empresas, em vez de reduzir preços, estão tentando elevar a qualidade de seus bens para vendê-los a preços mais altos”, disse Kuroda, conforme citado pela Agência Reuters.

O BoJ acredita que a inflação deve desacelerar depois atingir 1,4% até maio do próximo ano, refletindo a diminuição dos gastos com energia.

“Não acho que exista a possibilidade de a inflação ao consumidor cair abaixo de 1 por cento”, disse o presidente do banco central japonês.

O Banco do Japão vem mantendo sua política monetária para elevar sua base monetária a um ritmo de 60 trilhões a 70 trilhões de ienes por ano.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta