Economia

BC do Japão corta projeção de inflação, mas eleva previsão de crescimento

Kuroda disse que “a inflação vai desacelerar por enquanto devido à queda dos preços do petróleo”.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agências

O Banco do Japão (BoJ, o banco central japonês) reduziu, nesta quarta-feira (21), a previsão de inflação para o próximo ano fiscal e ampliou um esquema de empréstimo, enquanto elevou sua previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) japonês para o próximo ano fiscal.

Como esperado, o BC japonês não expandiu seu forte programa de estímulo e manteve a promessa de elevar a base monetária em um ritmo anual de 80 trilhões de ienes (678 bilhões de dólares) através da compra de títulos do governo e ativos de risco.

Em uma revisão de suas estimativas de longo prazo, o banco central reduziu a projeção do núcleo da inflação ao consumidor para o ano que começa em abril a 1,0%, contra estimativa de 1,7% projetada em outubro passado.

Por outro lado, o banco central elevou ligeiramente a perspectiva de inflação para o ano fiscal de 2016 a 2,2%, sobre 2,1%, um sinal de que as autoridades mantêm a visão de que o Japão irá atingir a meta de inflação de 2%.

“A inflação ao consumidor vai desacelerar por enquanto devido à queda dos preços do petróleo”, disse o presidente do BoJ, Haruhiko Kuroda, após a decisão.

“Assumindo que os preços do petróleo vão se estabilizar nos atuais níveis e subir moderadamente à frente, o efeito do declínio dos preços do petróleo vai diminuir. Se for assim, esperamos que a inflação ao consumidor alcance 2% em um período centrado no ano fiscal de 2015”, afirmou Kuroda.

O BC japonês também prorrogou por um ano dois esquemas de empréstimo com o objetivo de encorajar os bancos a emprestar mais, ampliando um deles em 3 trilhões de ienes.

A autoridade monetária estima que o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresça 2,1% no próximo ano fiscal, o que representa 0,6 décimos a mais que em sua previsão anterior. Na mesma linha, o BoJ manteve intacta sua previsão sobre a economia, “que espera-se que continue no caminho da recuperação moderada”.

(Com informações das Agências Reuters e Kyodo)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta