Japão corta previsão de crescimento com surto de Covid na China

Economia japonesa segue prejudicada por vários fatores, incluindo alta nos preços de energia e restrições na cadeia de suprimentos, o que tende a piorar com a explosão da Covid na China.
Pessoas em Tóquio | Foto: Masahiro Ogawa / Mainichi
©Masahiro Ogawa

O governo japonês rebaixou suas perspectivas econômicas pela primeira vez em 11 meses, refletindo a queda nas exportações em meio a um recente aumento nos casos de Covid-19 na China, informou a Kyodo News nesta quarta-feira (25).

A economia japonesa está “acelerando moderadamente, embora algumas fraquezas tenham sido observadas recentemente”, disse o Escritório do Gabinete Japonês em seu relatório econômico mensal, sinalizando que o país continua sendo prejudicado por uma infinidade de fatores, incluindo aumentos de preços e restrições na cadeia de suprimentos.

O governo havia avaliado em seu relatório de dezembro que a economia estava “acelerando moderadamente”.

“A situação do coronavírus na China não era clara, mas agora podemos ver um enfraquecimento em sua economia”, disse um funcionário do Gabinete em uma entrevista coletiva para o relatório de janeiro. “Precisamos prestar muita atenção aos seus efeitos sobre nossas exportações e manufatura”, acrescentou.

O último relatório disse que as exportações “estiveram em um tom fraco recentemente”. Esta foi a primeira vez que o componente foi rebaixado em 14 meses, com a queda particularmente acentuada na Ásia. Espera-se que as exportações permaneçam relativamente fracas em geral devido a uma desaceleração na economia global.

Enquanto isso, as avaliações para importações também foram reduzidas para um “tom fraco”, enquanto o relatório disse que o número de falências, embora ainda baixo, estava aumentando recentemente.

O governo manteve sua visão de que o consumo privado está “aumentando moderadamente” pelo sétimo mês consecutivo, apesar da aceleração da inflação, citando uma recuperação na demanda por viagens e restaurantes à medida que a sociedade japonesa se aproxima da normalidade, ou seja, aprendendo a conviver com o coronavírus como gripo sazonal.

O custo de vida no Japão foi impulsionado pelos preços mais altos de energia e de alimentos, com a inflação atingindo seu nível mais alto em dezembro desde 1981, mostraram dados do governo na última sexta-feira.

O aperto monetário agressivo nos Estados Unidos e na Europa continuou a lançar uma sombra sobre a economia do país, disse o relatório.

O governo rebaixou sua avaliação da economia estrangeira pelo segundo mês consecutivo, citando o aumento nos casos de coronavírus na China como principal causa, mas sustentou que a economia estrangeira está melhorando “moderadamente”.

== Mundo-Nipo (MN)

Total
8
Shares
Previous Article
Apostas online esportivas | ©Depositphotos

Manual de estratégias para ganhar em apostas esportivas

Next Article
Pessoas caminham com dificuldade em meio a nevasca em Fukuoka | ©Kyodo

Japão se prepara para receber mais neve e frio congelante

Related Posts