Economia

BoJ diz que aumento de imposto deve ter impacto limitado na economia do Japão

A atual taxa de 5% deverá ser aumentada para 8% em abril do próximo ano e para 10% em 2015.

Do Mundo-Nipo

Haruhiko Kuroda, presidente do Banco do Japão (Foto: AFLO)

Haruhiko Kuroda, presidente do Banco do Japão (Foto: AFLO)

O presidente do Banco do Japão (BoJ), Haruhiko Kuroda, disse nesta segunda-feira que a previsão de aumento do imposto sobre vendas não deve prejudicar seriamente o crescimento econômico do país e destacou a necessidade de restaurar a credibilidade fiscal.

“É extremamente importante promover continuamente para criar uma estrutura fiscal sustentável e garantir a credibilidade na gestão fiscal”, disse Kuroda em uma reunião em Tóquio nesta segunda-feira.

A declaração do presidente do BoJ foi feita após o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, dizer no sábado que o governo vai tomar uma decisão final sobre a possibilidade de aumentar o imposto sobre vendas.

A atual taxa de 5% deverá ser aumentada para 8% em abril do próximo ano e para 10% em 2015.

Kuroda disse que os membros do conselho de política do banco central não acreditam que os aumentos de impostos levem a um grande impacto na economia ou no consumo.

 

Para saber mais sobre Economia, clique em mundo-nipo.com/economia. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário