Esportes

EUA vencem Japão e conquistam tricampeonato do Mundial feminino

Os EUA surpreenderam o Japão com quatro gols logo no início do primeiro tempo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

A seleção feminina de futebol dos Estados Unidos conquistou neste domingo (6), em Vancouver (Canadá), seu terceiro título Mundial ao derrotar por 5 a 2 a equipe do Japão. A conquista das norte-americanas teve um gosto de revide, já que as japonesas foram campeãs do Mundial anterior, em 2011, quando os EUA foram derrotados pelo Japão na final.

As meninas dos EUA surpreenderam as japonesas com quatro gols logo no início do primeiro tempo. A atacante Lloyd fez três deles: um aos 3 minutos, após cobrança de escanteio; outro aos 5, após cobrança de falta próximo à área da equipe japonesa; e o terceiro, aos 16 minutos, chutando do meio de campo e encobrindo a goleira Kaihori. A meio-campista Holiday, também balançou a rede adversária, aos 14 minutos.

O Japão, depois de sentir o choque dos primeiros gols, tentou reagir em campo e diminuiu a diferença, ainda no primeiro tempo, com Ogimi, em bonita jogada individual, aos 27 minutos.

Já no segundo tempo, a seleção aguerrida do Japão passou a sair mais para o ataque. Em uma dessas jogadas, a defesa norte-americana falhou e Johnston acabou marcando contra, o que deu um fio de esperança às japonesas para tentar igualar o placar. Mas, com dois gols de desvantagem a reação esbarrou na superioridade técnica da seleção dos EUA, que voltaram a dominar o jogo e ainda marcar o quinto gol, com Heath.

Ao fim do jogo, Carli Lloyd, cujos dois primeiros gols na partida foram apontados como os mais rápidos da história do Mundial Feminino, ganhou o troféu Bola de Ouro como a melhor jogadora do campeonato. Ela terminou a competição como co-artilheira, ao lado da alemã Celia Sasic, ambas com sete anotados.

Fomtes: EBC | SPORTV.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •