Japão surpreende e bate a Colômbia por 2 a 1

Os “Samurais Azuis” se vingaram da derrota para a Colômbia na Copa do Mundo do Brasil, em 2014.
Torcida japonesa vibra com vitoria dos Samueais Azuis sobre a Colombia no Mundial da Russia min
©Kyodo

Na manhã desta terça-feira, o Japão contou com uma expulsão para derrotar a habilidosa equipe colombiana por 2 a 1 na Copa do Mundo da Rússia, em duelo disputado na Arena Mordovia, em Saransk.

A vitória dos “Samurais Azuis” teve gosto de vingança, visto que, Na Copa do Mundo do Brasil, em 2014, o Japão foi goleado pela Colômbia por 4 a 1.

Com o triunfo na estreia, o Japão assume provisoriamente a liderança do Grupo H, com três pontos ganhos. Na outra partida da chave, marcada para as 12 horas desta terça-feira (no horário de Brasília), Polônia e Senegal se encaram em Moscou.

Pela segunda rodada da Copa do Mundo, o Japão tentará encaminhar sua classificação às oitavas de final diante de Senegal, no próximo domingo, às 12 horas, em Ecaterimburgo. No mesmo dia, às 15 horas, a Colômbia buscará se reabilitar na competição contra a Polônia, em Kazan.

O Jogo
Talvez nem o japonês mais otimista sonhava com um roteiro tão favorável à seleção de seu país logo no início da partida. Aos dois minutos, Osako saiu na cara do goleiro Ospina, que espalmou. No rebote, Kagawa bateu para o gol, mas viu a bola ser desviada intencionalmente pelo braço de Carlos Sánchez, que recebeu o cartão vermelho direto.

Na cobrança do pênalti, o veterano e habilidoso Kagawa, meio-campista do Borussia Dortmund, esperou para chutar estrategicamente no meio do gol, rasteiro, e abriu o placar para o time asiático.

Em desvantagem numérica, a Colômbia tentou se reorganizar com a entrada do volante Barrios na vaga do meia Cuadrado e passou a apostar na jogada aérea para empatar. Aos 11 minutos, após bola levantada na área, Falcão García esticou a perna esquerda e exigiu defesa de Kawashima. Aos 33, em jogada parecida, o centroavante sul-americano voltou a parar no arqueiro nipônico.

Mas foi pelo chão que a Colômbia obteve o empate. Em disputa pelo alto, Falcão García ‘cavou’ falta perto da ponta direita da área – imagens mostraram que a falta não existiu. Contudo, aos 38 minutos, Quintero cobrou rasteiro, a bola passou por baixo da barreira e entrou no gol, mesmo com Kawashima alegando que ela não havia ultrapassado a linha. Acertadamente, o juiz validou o tento.

Como era de se esperar, o Japão começou tomando a iniciativa na etapa final. Aos oito minutos, após longa troca de passes, Osako recebeu dentro da área, girou sobre o zagueiro e bateu cruzado. Atento, Ospina caiu rápido para ficar com a bola. Pouco depois, o goleiro colombiano voltou a ser exigido ao praticar grande defesa em chute colocado de Inui.

Diante da pressão que sua equipe sofria, o técnico José Pékerman colocou James Rodríguez no lugar de Quintero. O seu colega Akiro Nishino respondeu com a entrada do veterano Honda na vaga de Kagawa. O treinador japonês se deu melhor.

Aos 27 minutos, Honda cobrou escanteio pela esquerda e Osako subiu mais alto do que os zagueiros colombianos para testar no canto direito, sem chances para Ospina. Na base do abafa, os sul-americanos chegaram com algum perigo em chute de James Rodríguez, mas não conseguiram buscar o empate e, por fim, os japoneses celebraram sua primeira vitória no Mundial da Rússia.

FICHA TÉCNICA

COLÔMBIA 1 X 2 JAPÃO
Local: Arena Mordovia, em Saransk (Rússia)
Data: 19 de junho de 2018, terça-feira
Horário: 9h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia)
Assistentes: Jure Prapotnik (Eslovênia) e Robert Vukan (Eslovênia)
Cartão Amarelo: James Rodríguez (Colômbia)
Cartão Vermelho: Carlos Sánchez (Colômbia)

GOLS

COLÔMBIA: Juan Quintero, aos 38 minutos do 1º tempo
JAPÃO: Shinji Kagawa, aos 5 minutos do 1º tempo, e Yuya Osako, aos 27 minutos do 2º tempo

JOGADORES

COLÔMBIA: David Ospina; Santiago Arias,  Dávinson Sánchez, Oscar Murillo e Johan Mojica; Jefferson Lerma, Carlos Sánchez, Juan Cuadrado (Wilmar Barrios), Juan Quintero (James Rodríguez) e José Izquierdo (Carlos Bacca); Falcao García
Técnico: José Pékerman

JAPÃO: Eiji Kawashima; Hiroki Sakai, Maya Yoshida, Gen Shoji e Yuto Nagatomo; Makoto Hasebe, Gaku Shibasaki (Hotaru Yamaguchi), Takashi Inui, Genki Haraguchi e Shinji Kagawa (Keisuke Honda); Yuya Osako (Shinjo Okazaki)
Técnico: Akiro Nishino

Com informações da Gazeta Esportiva e Kyodo News.

Total
4
Shares
Previous Article
Kazuo Kashio em 2015 Foto Kitamura Getty min

Fundador da Casio morre em Tóquio aos 89 anos

Next Article
Promocao Editora Estacao Liberdade junho 02 2018 900x600 min

Estação Liberdade faz promoção de livros de literatura e cultura japonesa

Related Posts