Esportes

Japão goleia Mianmar por 10 a 0 pelas eliminatórias da Ásia

©Issei Kato

Com um recorde de saldo de gols, o Japão se classifica com dois jogos de antecedência e com 100% de aproveitamento.

A seleção de futebol do Japão garantiu sua vaga na próxima rodada de qualificação nas eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo de 2022, com o atacante do Werder Bremen, Yuya Osako, marcando quatro gols na vitória decisiva por 10 a 0 sobre Mianmar nesta sexta-feira em partida realizada em Chiba, província na região metropolitana de Tóquio, informou hoje o jornal The Japan Times.

O resultado contra o 139º colocado da FIFA garantiu ao Japão o primeiro lugar no Grupo F – que também inclui Tajiquistão, Quirguistão e Mongólia – com dois jogos restantes.

“Chegamos à próxima fase graças aos jogadores que trabalharam muito em cada partida para obter resultados e se aprimorar”, disse o técnico do Japão, Hajime Moriyasu. “Mesmo depois de o resultado estar mais ou menos decidido, continuamos agressivos e seguimos em busca de mais gols.

O jogo

Com jogadores da J.League (Liga Japonesa de Futebol) indisponíveis devido ao jogo – originalmente agendado para 25 de março – ocorrendo fora da janela internacional, o técnico Hajime Moriyasu contou com jogadores que atuam na Europa.

A partida aconteceu na Fukuda Denshi Arena, em Chiba, mas com os portões fechados ao público em razão de precauções relacionadas ao coronavírus.

Os Samurais Azuis precisaram de apenas oito minutos para assumir a liderança, com Takumi Minamino, do Southampton, marcando no final de uma troca de passes oportuna com o meio-campista do Frankfurt, Daichi Kamada.

Apesar da defesa animada dos visitantes, o Japão alcançou o segundo gol aos 23 minutos, quando Osako cabeceou um cruzamento do zagueiro Yuto Nagatomo. Osako marcou o terceiro gol do time em cobrança de pênalti aos 30 minutos, depois que o lateral-direito Hiroki Sakai foi derrubado na área. Ele marcou em outro cruzamento de Nagatomo aos 36 minutos para completar um hat-trick.

Reconhecimento da superioridade japonesa

“Sabíamos desde o início que o Japão pertence a um nível diferente, então não foi nenhuma surpresa (a derrota)”, disse o técnico de Mianmar, Antoine Hey, sobre o resultado. “A situação em que estamos, sem treinar há sete meses (…) enfrentar o melhor time da Ásia foi realmente uma tarefa difícil para nós. Mas a gente superou, foi uma derrota pesada, mas é assim. Isso é o que esperávamos. ”

Golpe militar 

O primeiro encontro internacional de Mianmar desde novembro de 2019 aconteceu enquanto em um momento que o país do sudeste asiático luta para se recuperar de um golpe militar que depôs seu governo democraticamente eleito no início deste ano.

Muitos dos principais jogadores do país recusaram ser convocados para a seleção nacional e um grupo de cerca de 60 manifestantes, a maioria dos quais são cidadãos de Mianmar que vivem no Japão, saudou o ônibus do time com cartazes dizendo “O time de futebol de Mianmar não representa seu povo.”

“Estamos nos concentrando em nosso trabalho, em nossa equipe, em nossos jogadores, não estamos tomando qualquer posição política ou lado”, disse Hey quando questionado sobre o encontro. “Nós apenas fazemos o que estamos aqui para – jogar futebol o melhor que pudermos.”

Segundo tempo

Minamino – que agora detém o recorde do Japão com gols em seis jogos internacionais consecutivos – preparou o quarto gol de Osako com apenas quatro minutos de jogo no segundo tempo, depois marcou o segundo apenas dez minutos, que Hidemasa Morita fez 6-0.

“Estou feliz por estabelecer o recorde, mas o mais importante é conseguir a vitória”, disse Minamino. “Consegui atingir este recorde porque contribuí para os nossos resultados.”

O Japão alcançou dois dígitos em um segundo jogo consecutivo, com o quinto gol da noite de Osaka, o quarto gol internacional de Kamada e o primeiro de Ko Itakura.

Maior goleada do Japão

O resultado desequilibrado não se igualou à partida anterior do Japão na Fukuda Denshi Arena, quando os Samurais Azuis “demoliram” a Mongólia por um placar de 14 a 0 no final de março. A equipe somou seis vitórias perfeitas nesta fase de grupos, marcando 37 gols e não sofrendo nenhum.

“Podem ter sido jogos que deveríamos vencer, mas não importa quem seja nosso adversário, precisamos jogar com responsabilidade”, disse Moriyasu sobre o grupo. “Hoje nosso adversário foi Mianmar, mas temos objetivos ainda maiores em mente”, disse.

Próximos jogos

Além de enfrentar Tajiquistão e Quirguistão em Osaka para completar o Grupo F durante a pausa internacional do próximo mês, os japoneses também enfrentarão Jamaica e Sérvia em amistosos marcados para acontecer em Sapporo e Kobe, respectivamente, no Japão.

Quase metade da equipe de sexta-feira – incluindo os zagueiros Maya Yoshida e Hiroki Sakai, bem como o meio-campista Wataru Endo – vão se separar para se juntar à seleção sub-24 do Japão, que enfrentará a seleção sub-24 de Gana e a seleção principal da Jamaica em amistosos antes das Olimpíadas de Tóquio em julho.

== Mundo-Nipo (MN)