Política

Premiê japonês não vai visitar Santuário Yasukuni em aniversário de rendição do país

A medida é vista como um movimento que poderá aliviar as tensões com a China e Coreia do Sul.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Parlamentares japoneses no Santuário Yasukuni em 2012. A visita causou protestos por parte da Coreia do Sul e da China (Foto: AFLO)

Parlamentares japoneses no Santuário Yasukuni em 2012. A visita causou protestos por parte da Coreia do Sul e da China (Foto: AFLO)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, não vai visitar o Santuário Yasukuni, em Tóquio, no dia 15 de agosto, aniversário da rendição japonesa na Segunda Guerra Mundial, informaram fontes próximas ao assunto nesta quinta-feira.

O santuário homenageia mortos de guerra do Japão, incluindo vários criminosos de guerra Classe-A.

A medida é vista como um movimento que poderá aliviar as tensões com a China e Coreia do Sul, que vêem o santuário como símbolo do Japão militarista.

Abe, que indicava que ele iria visitar o santuário depois de assumir o cargo de premiê pela segunda vez em dezembro, aparentemente seguiu a recomendação dos Estados Unidos para evitar mais tensão e instabilidade na região.

Em abril, o chanceler sul-coreano Yun Byung Se cancelou sua planejada viagem ao Japão em protesto contra a visita de ministros japoneses ao templo.

Abe havia dito que não havia problemas para os membros do seu gabinete visitar o Santuário Yasukuni, afirmando que  não iria “ceder a qualquer tipo de intimidação”.

“É uma questão de disciplina para garantir a liberdade de expressar o respeito e o culto às almas preciosas de mortos na guerra”, disse o premiê em abril deste ano.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta