Política

Japão e Irlanda reafirmam importância do direito internacional em relação à China

A China tem atraído forte reação do Japão sobre a criação de sua própria zona de identificação de defesa aérea.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Enda Kenny, premiê da Irlanda, e Shinzo Abe, premiê do Japão (Foto: Kyodo)

A China tem atraído forte reação do Japão sobre a criação de sua própria zona de identificação de defesa aérea. (Foto: Kyodo)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o premiê da Irlanda, Enda Kenny, reafirmaram nesta segunda-feira (02) a importância de aderir aos princípios de direito internacional em meio a preocupações sobre a criação da zona de defesa aérea da China.

Em uma declaração conjunta emitida após uma reunião em Tóquio, os dois líderes também compartilharam a opinião de que o uso legítimo do mar e do espaço aéreo é essencial para a segurança. Eles concordaram sobre a necessidade de “evitar qualquer ação unilateral que poderia aumentar as tenções” e “renúncia ao uso de coerção’.

A China tem atraído forte reação do Japão sobre a criação de sua própria zona de identificação de defesa aérea, que sobrepõe um arquipélago controlado pelo Japão.

O governo japonês criticou a medida chinesa, alertando que tal ato pode provocar “consequências não intencionais”.

As informações são da agência Kyodo.

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta