Política

EUA diz que zona de defesa criada pela China provou tensões na Ásia

Abe e Biden confirmaram a continuação da cooperação contra a mudança unilateral da China do status quo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Joe Biden e Shinzo Abe em Tóquio (Foto: reprodução NHK)

Abe e Biden confirmaram a continuação da cooperação contra a mudança unilateral da China do status quo. (Foto: reprodução NHK)

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse nesta terla-feira (03) que a zona de identificação de defesa aérea criada recentemente pela China provocou novas tensões na Ásia e aumentou o risco de “erros de cálculo”.

Falando em uma coletiva de imprensa após a reunião com o premiê do Japão, Shinzo Abe, em Tóquio, Biden disse que vai transmitir sua preocupação para os líderes chineses quando visitar Pequim na próxima semana a fim de pedir mais comunicação entre autoridades chinesas e japonesas.

O premiê japonês disse que ele e Biden confirmaram a continuação da cooperação, com base em sua aliança poderosa, por não tolerar a mudança unilateral da China do status quo.

Ele disse que o Japão e os Estados Unidos confirmaram que não irão mudar as suas políticas em resposta à nova zona. Isso inclui a operação das Forças de Autodefesa e militares norte-americanas.

Abe também disse que os dois concordaram em não tolerar atos que possam pôr em perigo a segurança civil.

Biden ressaltou a necessidade de mecanismos para evitar crises entre o Japão e a China, bem como canais eficazes de comunicação .

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta