Política

Japão e UE condenam atividades chinesas no Mar da China Meridional

O Japão e a União Europeia declararam nesta quarta-feira (04) que compartilham da preocupação sobre a recente tensão no Mar da China Meridional.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso (Foto: Kyodo)

Primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso (Foto: Kyodo)

O Japão e a União Europeia declararam nesta quarta-feira (04) que compartilham da preocupação sobre a recente tensão no Mar da China Meridional.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, também concordaram sobre em apoiar a Ucrânia sob o presidente eleito Petro Poroshenko.

Eles ainda concordaram sobre a necessidade de acelerar as negociações para um acordo de livre comércio destinado a incrementar o comércio bilateral e os investimentos.

Abe e os líderes da UE condenaram as atividades marítimas da China em áreas disputadas no Mar da China Meridional. Eles disseram que tais questões devem ser resolvidas pelo direito internacional.

(Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo)

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta