Política

Premiê do Japão não tem pressa para aprovação do direito de defesa coletiva

Abe ressaltou que vai levar algum tempo para a aprovação da coalizão governista.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta quarta-feira (07) que irá definir qualquer prazo para seu gabinete aprovar o levantamento a proibição auto-imposta sobre o exercício do direito de legítima defesa coletiva.

Abe ressaltou que vai levar algum tempo para a aprovação da coalizão governista.

“Eu não tenho qualquer período de tempo pré-definido para me agarrar”, disse Abe em uma conferência de imprensa em Bruxelas, na última etapa de sua viagem a três países da Europa. “Primeiro eu quero discutir o assunto com os partidos”, disse o premiê.

Abe, que lidera o Partido Democrata Liberal, aparentemente considera a cautela do seu parceiro de coalizão, o partido Novo Komeito.

O premiê pretende exercer seu direito de defender um aliado sob ataque armado, o que representa uma mudança drástica na política de segurança do Japão.

(Do Mundo-Nipo com agência Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta