Política

Japão e EUA assinam acordo para compartilhar impressões digitais de criminosos

O acordo cobre o acesso a impressões digitais de cerca de 80 milhões de criminosos.

Do Mundo-Nipo

O Japão e os Estados Unidos assinaram na última sexta-feira (7) um acordo no qual os dois países poderão compartilhar impressões digitais de criminosos, informou a emissora pública ‘NHK’.

O pacto firmado vai permitir que agentes da lei possam consultar uns aos outros e acessar bancos de dados contendo fixas cadastrais específicas de diversos criminosos. A iniciativa irá ajudar, principalmente, em situações de terrorismo e comparações de impressos digitais como, por exemplo: quando um suposto terrorista tentar entrar no país ou se impressões digitais forem encontradas na cena de um crime, detalhou a NHK.

O acordo cobre o acesso a impressões digitais de aproximadamente 80 milhões de criminosos, sendo 10 milhões no Japão e 70 milhões nos Estados Unidos.

Segundo a Agência Nacional de Polícia do Japão, seus funcionários podem acessar dados apenas em certos tipos de crimes, como terrorismo e homicídio. Washington pediu a assinatura de acordos parecidos a 37 países e territórios cujos cidadãos não precisam de vistos para entrar nos Estados Unidos. O Japão é o último desses países a entrar participar de tal acordo

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário