Política

Premiê do Japão pretende retomar negociações sobre legítima defesa coletiva

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta sexta-feira que vai retomar no próximo mês as negociações.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe discursando em Nagasaki (Foto: Kyodo)

Shinzo Abe discursando em Nagasaki (Foto: Kyodo)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta sexta-feira que vai retomar no próximo mês as negociações com um painel do governo para considerar o levantamento da proibição auto-imposta do direito de legítima defesa coletiva.

Abe disse a repórteres em Nagasaki , nesta sexta-feira, que o painel está estudando o que precisa ser feito para manter a paz e a segurança na região, dada as recentes mudanças no ambiente de segurança.

O premiê estava se referindo a uma eventual revisão da interpretação tradicional do governo japonês sobre a Constituição Pacifista. Os últimos governos têm defendido a posição de que o Japão tem o direito de legítima defesa coletiva – ou defesa de um aliado -, mas não pode exercer o direito.

Abe também falou sobre a recusa em abril em assinar uma declaração conjunta internacional – apresentada em uma reunião do Tratado de Não-Proliferação Nuclear  – contra o uso de armas nucleares em qualquer circunstância.

Ele disse que o Japão não tem escolha a não ser fundamentar a sua decisão sobre a situação de segurança que enfrenta, considerando a promoção de desenvolvimento da Coréia do Norte.

Abe disse que a recusa do governo a assinar a declaração conjunta não é contrária ao objetivo do Japão em busca de um mundo livre de armas nucleares.

O primeiro-ministro também defendeu o plano de seu governo de concluir um de cooperação nuclear com a Índia.

Ele disse que o pacto bilateral não deve minar o tratado internacional de não proliferação, e que é importante continuar a exortar a Índia para contribuir com esses esforços globais.

As informações são da rede NHK.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta