Política

Japão adia mudança na Constituição

O governo japonês poderá adiar até o verão a mudança constitucional que permitirá ao país usar sua defesa quando estiver sob ataque.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O governo japonês poderá adiar até o verão a mudança constitucional que permitirá ao país usar sua defesa quando estiver sob ataque.

O primeiro-ministro Shinzo Abe pretendia mudar a interpretação da Constituição através de uma decisão do Conselho de Ministros no dia 22 de junho, mas no dia 06 de março o premiê  e outros parlamentares concordaram que a decisão não deve ser tomada às pressas.

O plano já foi transmitido a um alto funcionário do parceiro de coalizão, o partido Novo Komeito, que tem sido cauteloso sobre a reinterpretação do artigo 9 º da Constituição.

Além das reservas dentro do partido Novo Komeito , o próprio Partido Liberal Democrata de Shinzo Abe permanece dividido, com Masashi Waki, secretário-geral na Câmara de Conselheiros  dizendo em uma entrevista coletiva no início deste mês de que há uma necessidade de mais debate interno.

Durante anos o Japão tem mantido o direito de autodefesa coletiva, mas não pode exercê-lo devido ao limites impostos pelo artigo 9º, que príbe o uso da força para resolver disputas internacionais.

(Do Mundo-Nipo com informações da agência Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta