Política

Domingo marca 1 ano desde o início dos protestos anti-Japão na China

Os protestos na China prejudicaram empresas japonesas no país.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O dia 18 de agosto, domingo, vai marcar um ano desde que os protestos anti-Japão iniciaram na China em meio a disputa pelas Ilhas Senkaku/Dioayu, que estão se agravando cada vez mais.

No ano passado, centenas de pessoas se reuniram na cidade chinesa de Xian e outros lugares para protestar contra a prisão de ativistas chineses que desembarcaram em uma das ilhas disputadas no Mar da China Oriental.

O dia marcou o início de uma série de tais protestos na China, que se tornaram ainda mais violentos após o governo japonês comprar uma parte significativa das ilhas de um proprietário privado no dia 11 de setembro.

As ilhas estão sob controle japonês, mas são reivindicadas por Pequim.

Os protestos na China prejudicaram empresas japonesas no país, principalmente de automóveis. Isto acabou refletindo diretamente na economia japonesa.

Nesta quinta-feira, quatro navios da Guarda Costeira da China invadiram águas japonesas em torno das Ilhas Senkaku , o que gerou protestos do governo japonês. Invasões de embarcações chinesas se tornaram recorrentes na região.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta