Política

Premiê solicita retomada de discussões para redefinir postura de defesa do Japão

Shinzo Abe solicitou nesta terça-feira (17) um debate para revisão da interpretação atual da Constituição Japonesa.

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe discute nova postura de defesa do Japão (Foto: Kyodo)

Shinzo Abe discute nova postura de defesa do Japão (Foto: Kyodo)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, solicitou nesta terça-feira (17) um debate  para revisão da interpretação atual da Constituição Japonesa, para permitir que o país exerça o direito de legítima defesa coletiva.

Abe solicitou a um painel de especialistas em questões de segurança do governo que seja retomada as discussões, após um intervalo de 7 meses, para redefinir a postura de defesa do Japão, em meio aos desafios de segurança que o país vem enfrentado com a assertividade marítima da China e ambições nucleares da Coreia do Norte.

O painel, liderado por Shunji Yanai, ex-embaixador japonês para os Estados Unidos, espera considerar de quais países o Japão precisa se defender de um ataque armado e onde as Forças de Autodefesa Japonesas poderiam ser implantadas no exterior para essa finalidade.

A Constituição, que não foi revista desde que entrou em vigor em 1947, foi elaborada sob a supervisão dos Estados Unidos durante a ocupação do Japão do pós-guerra.

O primeiro-ministro japonês pretende melhorar suas defesas do país através da modificação do art. 9 que estipula que “o povo japonês renuncia para sempre à guerra como direito soberano da nação, assim como à ameaça ou ao uso da força como meio para resolver os conflitos internacionais”.

As informações são da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário