Política

Japão vai rever interpretação do direito de autodefesa coletiva

Os participantes do painel concordaram que o governo deveria rever a sua interpretação da Constituição.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Especialistas de um painel do governo japonês concordaram nesta quarta-feira (18) em rever a atual interpretação constitucional do direito do Japão de exercer autodefesa coletiva.

Os membros do painel discutiram o uso de armas pelas Forças de Autodefesa do Japão em missões de paz no exterior.

O premiê do Japão, Shinzo Abe, disse ao painel que cerca de 400 funcionários japoneses estão atualmente fazendo  parte das operações de paz conduzidas pela ONU e que esta contribuição coloca o país em 40º ou 50º do mundo.

Abe também disse que o Japão deve desempenhar um papel mais ativo na preservação da ordem internacional.

Os participantes do painel concordaram que o governo deveria rever a sua interpretação da Constituição para permitir que forças japonesas participem mais da segurança coletiva em missões da ONU.

A revisão terá início no próximo ano.

As informações  são da NHK.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta