Política

Japão promete ser mais ativo no reforço à segurança cibernética

O governo quer estabelecer uma lei mais relevante e atuações mais eficazes contra os ciberataques.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

O governo japonês informou que vai assumir um papel mais ativo no reforço da segurança no “espaço cibernético”, expressando preocupação com um aumento no cibercrime internacional.

A proposta de orientação elaborada por um comitê do governo para discutir a questão prevê a atualização do mesmo em um fórum de política fiscal em torno de 2015. O objetivo é estabelecer uma lei mais relevante e atuações mais eficazes contra os ciberataques.

O movimento vem em linha com o plano do governo de sediar com sucesso os Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio.

“Garantir a segurança cibernética é um desafio extremamente importante em termos de segurança nacional e de gestão de crise”, afirmou o primeiro-ministro Shinzo Abe em uma reunião do comitê na segunda-feira (19).

A reunião, realizada no escritório do gabinete, contou ainda com a presença do ministro da Defesa, Itsunori Onodera, entre outros. “Vamos abordar a questão de forma mais agressiva”, disse Abe.

(Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta