Política

Coalizão do primeiro-ministro Shinzo Abe termina com divisão da Dieta

Os 433 candidatos concorreram a 121 assentos no Senado, metade das cadeiras da Câmara Alta.

Do Mundo-Nipo

O Partido Liberal Democrata e seu parceiro de coalizão, o Partido Novo Komeito, garantiram 73 assentos na Câmara Alta na eleição deste domingo, acabando com o impasse político da Dieta controlada pela oposição.

 

Votação deste domingo para decidir assentos na Câmara Alta (Foto: Kyodo)

Votação deste domingo para decidir assentos na Câmara Alta (Foto: Kyodo)

 

Os 433 candidatos concorreram a 121 assentos no Senado, metade das cadeiras da Câmara Alta.

Combinado com os seus 59 lugares não contestados, agora a coalizão do premiê Shinzo Abe têm 132 assentos, três a mais do que uma maioria confortável na câmara 242.

O PLD, até agora, garantiu 63 assentos em distritos e de representação proporcional. O Novo Komeito ganhou 10.

O principal oposicionista, o Partido Democrático do Japão, até agora garantiu 13 lugares, podendo acabar com menos de 20 dos seus 44 assentos, o número mais baixo desde que foi fundado em 1998.

A partir de 22h00 deste domingo (hora local), o Partido da Restauração, co-liderado pelo prefeito de Osaka, Toru Hashimoto, e o ex-governador de Tóquio, Shintaro Ishihara, tinha garantido sete lugares. O partido é a terceira maior força na Câmara.

O Seu Partido, liderado pelo ex-primeiro ministro Toshimi Watanabe, e o Partido Comunista Japonês ganharam cinco lugares cada.

O Partido Popular da Vida, liderado pelo ex-presidente do PDJ Ichiro Ozawa, e o Partido social Democrata são susceptíveis a garantir um assento cada um. O Partido Vento Verde não deve ganhar nenhum assento.

A votação para Senadores iniciou às 07h00 e terminou às 20h00 deste domingo (hora local), em mais de 48mil assembleias.

As informações são da rede NHK.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe um comentário